Sensível Tecnológico, 2018-2020

Resina cristal, verniz vitral, mola de espremedor de laranja, parafusos e dois mini motores de vibração.

35 x 35 x 40 cm

 

O público é deve pressionar sua mão contra o objeto mão. Tal ação comprime uma mola de metal e faz o objeto vibrar ao conectar seu circuito interno. A percepção da tatilidade vibratória do sistema criado varia de acordo com a pressão e com o tamanho da área de contato.

Colaboradores: André Diestel e Carina Rocha de Macedo

1/1

O impulso de ˜Sensível Tecnológico˜ é gerar estranhamento por ser uma mão familiarmente “orgânica” transformada em máquina, translúcida e vibratória. No contrafluxo da obsolescência programada esta obra reutiliza componentes de dois telemóveis e de uma máquina de espremer laranjas. O material translúcido (resina cristal) admite que não há intenção de esconder os fios ou qualquer demonstração maquínica da escultura.  

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube